Como funciona um radar de velocidade?

Olá pessoal sejam bem vindos ao Mundo da Elétrica! No vídeo de hoje eu vou explicar como funciona um medidor de velocidade! Vamos lá pessoal! Existem várias formas de medir a velocidade de um veículo em uma via O radar é uma delas, mas não é a única maneira

A gente costuma chamar tudo de radar, pardal ou outros nomes menos amigáveis, mas o radar mesmo é aquele dispositivo móvel que emite uma onda eletromagnética e capta sua reflexão, calculando a velocidade Hoje eu vou falar do outro tipo de medidor de velocidade: os radares fixos! Os radares fixos utilizam sensores instalados no asfalto, chamados laços indutivos Você ja deve ter visto umas linhas no chão perto destes radares Geralmente um radar fixo tem 2 ou 3 laços indutivos, usados para calcular e ainda conferir o cálculo da velocidade do veículo Quando um veículo, que é basicamente um corpo metálico, passa por cada laço indutivo ele provoca uma perturbação no campo magnético gerado por cada um dos sensores

Esta perturbação é processada por um software que consegue detectar o tempo que o veículo gastou de um laço até o outro! Como a distância entre os sensores no chão é fixa, é fácil calcular a velocidade do veículo usando a fórmula velocidade = distância / tempo! Aí, se a velocidade for acima da permitida para aquele tipo de veículo é dado o comando para capturar a imagem do infrator Existem sensores tão sensíveis que podem detectar até mesmo bicicletas! E dependendo do formato eles podem ser mais específicos e detectar também o tipo de veículo, diferenciando entre caminhões, carros e motos, por exemplo! Este tipo de diferenciação é que torna possível um detector multar carros a partir de 80 km/h e veículos pesados a partir de 60 km/h ou mesmo detectar que um carro está invadindo a faixa de ônibus

Eu vou mostrar aqui agora um detector de velocidade que segue um princípio bem parecido com este! A diferença é que ao invés de utilizar um laço indutivo o nosso projeto utiliza uma fotocélula e identifica a variação da luminosidade provocada pela passagem do veículo! Cobrimos a fotocélula e deixamos apenas dois orifícios para a passagem da luz Quando o nosso carrinho passa sobre cada orifício ele bloqueia a luz por um instante e provoca uma variação na tensão de saída da fotocélula! Aí que entra o mais interessante! Temos aqui um Osciloscópio Digital de 100MHz da Keysight modelo DSOX1102G Este osciloscópio é bem interessante para quem trabalha com eletrônica e esta conectado diretamente à tensão de saida da fotocélula, que é um sinal analógico, que varia de forma contínua no tempo! Pra facilitar deixamos a função multímetro digital ligada no osciloscópio mostrando a tensão em tempo real, como se fosse um multímetro mesmo É uma função a mais que este osciloscópio tem Precisamos fazer o Arduino entender este sinal para calcular a velocidade do carrinho! Os processadores somente entendem sinais digitais e portanto a gente precisa de um conversor analógico digital ou ADC para digitalizar a variação de tensão provocada pelo carrinho! Eu tenho aqui uma placa Arduino Uno ligada a alguns shields enviados pela Circuitar

Shields são circuitos de expansão para um projeto A vantagem é que um shield já vem pronto para ser usado e você não precisa se preocupar com os detalhes de conexão, projeto e solda dos componentes eletrônicos Um dos shields que a Circuitar mandou foi o do conversor analógico digital Na descrição deste vídeo você tem um link com mais detalhes deste conversor, que é a parte principal deste projeto Com ele eu consigo converter as variações na tensão para valores digitais e calcular a o tempo que o carrinho gasta entre os dois orifícios

Cada vez que um carrinho passa por um orifício, o software no Arduino detecta o ponto de menor tensão na curva Eu conectei o canal 2 do osciloscópio a um pino digital do Arduino e eu dou um pulso nesta saída digital cada vez que o Arduino detecta um vale na curva de tensão Aí, o software calcula também o tempo entre dois vales consecutivos O osciloscópio facilita muito o processo, inclusive medindo automaticamente o tempo entre os pulsos, que é o mesmo medido pelo Arduino No shield de display ligado ao Arduino é possível ver também a velocidade que foi calculada para o carrinho! E como foi feito o cálculo da velocidade? Da mesma forma que os detectores de velocidade fazem no trânsito real

A distância entre os dois orifícios na fotocélula é fixa! O software apenas divide esta distância pelo tempo medido e ele tem a velocidade do carrinho! Pronto! Fizemos um medidor de velocidade usando Arduino e alguns shields sem ter que soldar um único componente Todo o trabalho necessário foi feito apenas no software embarcado Ahh, e eu coloquei na descrição o link pra você baixar o software utilizado aqui e também toda a lista de materiais necessários E como eu estudei bastante pra fazer este vídeo, também disponibilizo na descrição o link da principal fonte que utilizei, que foi a dissertação de mestrado do Régis Eidi Nishimoto Muito obrigado Régis! Bem

então é isso pessoal! Espero que tenham gostado deste vídeo! Se tiver ficado alguma dúvida ou se você tiver alguma sugestão, comente aqui em baixo! E também se inscreva no canal para ser avisado de novos vídeos! Visite também o site MundoDaEletricacombr e se inscreva em nossa lista VIP de emails! Siga a gente nas redes sociais e mande sua pergunta! É isso aí pessoal a até o próximo vídeo!

Source: Youtube