PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07

▶ Como LIGAR os CABOS no MULTÍMETRO? ?

▶ Como LIGAR os CABOS no MULTÍMETRO? ?

O tema central hoje será sobre conectores de ponta de prova de multímetros, no mercado existem multímetros com dois, com três e até com quatro conectores, o que acaba gerando muitas dúvidas sobre o local certo de colocar cada ponta de prova. Na teoria sabe-se que todo multímetro precisa de duas pontas de provas, para que medições como tensão, corrente, resistência, continuidade e entre outras funções. Sempre um ponta de prova na cor preta e outra na cor vermelha, cada ponta de prova possui uma cor diferente para que seja mais fácil de identificar a polaridade em circuitos de corrente contínua e componentes que possuam polaridade, como em um capacitor ou em um LED.

Multímetros com Dois Conectores

Literalmente todos os multímetros vão apresentar um conector preto e a ponta de prova preta sempre será ligada nele, isso é um fato que não muda, independentemente do tipo de multímetro utilizado. Os alicates amperímetros é um tipo de multímetro que utiliza apenas duas pontas de prova, como aquele do vídeo. Essa especificidade acontece, pois eles medem a corrente utilizando a garra do alicate, e as pontas de prova serão utilizadas para medir a tensão, resistência e continuidade. Dentro do multímetro, o circuito responsável por medir a tensão, resistência e continuidade utiliza sempre os mesmos conectores.

Multímetros com Três e Quatro Conectores

Os multímetros que possuem de três a quatro conectores são responsáveis por fazer a medição das correntes através de seccionamento, para que isso ocorra, a corrente tem que passar por dentro do circuito do multímetro de forma a ser medida, ou seja, o multímetro tem que estar em série com o circuito que vai ser medido. Neste tipo de multímetro também apresenta o conector preto, um conector vermelho que será responsável pelas medições da tensão, resistência, continuidade e algumas outras medições. O multímetro apresenta mais um ou dois conectores para que seja feita a medição exclusiva da corrente. O terceiro conector medirá a corrente na escala dos Ampére. Já o quarto, será utilizado quando precisar de uma medição mais exata e será medido na escala de mili ampères e microampères.

Custo x Benefício

Em comparação com os outros multímetros o de três conectores são geralmente mais simples e baratos. Para que seja feita a medição de tensão, resistência e capacitância utiliza-se o conector preto comum e o da direita, como mostrado no vídeo. E quando há necessidade de medir a corrente, utiliza-se o conector preto e o da esquerda, que indica a medição da corrente.

Se pararmos para observar, iremos notar que ele indicará uma corrente máxima de 10A, que é a corrente máxima que o fusível pode aguentar. Os multímetros com quatro conectores possuem uma medição em escalas menores e mais precisas.

Se por algum acaso o valor da corrente máxima estabelecida pelo fusível for ultrapassada, poderá ocasionar duas possíveis situações: ou o fusível simplesmente queimará e aí terá que ser feita a troca do mesmo e utilizar novamente o multímetro ou dependendo da corrente pode danificar o circuito do multímetro, comprometendo assim, as medições. Quando acontece da corrente ser muito superior a estabelecida pelo multímetro, essa danificação que pode ocorrer no sistema acaba comprometendo as leituras e descalibrando o seu multímetro.

Bem, espero que tenham gostado do tema abordado de hoje. Até a próxima!

Tags: | |

PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07