PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07

Antena Wi-Fi com Painel Solar e cálculo de posição!

Antena Wi-Fi com Painel Solar e cálculo de posição!

Uma das tarefas mais complicadas de se fazer é instalar uma antena, é cada dor de cabeça que dar só de pensar. Pois não é somente botar a antena em um lugar alto, tem toda a questão do melhor lugar para pegar o melhor sinal. Se isso já acontece nas zonas urbanas, que são rodeadas de conexões e redes, imagina instalar uma antena em uma zona rural. Imaginou? Já cansa só de pensar no trabalho né?

Muitas pessoas acreditam ser impossível que uma casa em uma zona rural, tenha acesso a rede de internet e telefonia. Admito que é mais trabalhoso de se fazer todo o processo, mas é possível sim que casas em zonas rurais tenham acesso a esses benefícios da tecnologia.

Quando se trata de uma instalação desse tipo em uma zona rural, é necessário que se utilize de algumas ferramentas da tecnologia ao nosso favor, como softwares para mapear o relevo e definir o posicionamento correto das antenas, levando em consideração a frequência, distância e o tipo de relevo. Como se trata de uma área normalmente pouco povoada e afastada dos centros urbanos, é bom utilizar-se dos recursos dos quais ela lhe oferece. Um desses recursos é a energia solar, uma grande aliada que pode alimentar a antena e fornecer a potência necessária retransmitir o sinal Wi-Fi.

Veja ao vídeo abaixo:

Modo de Funcionamento

As antenas precisam ser alimentadas com 24 volts, logo serão necessárias duas baterias. Elas estarão ligadas em séries. As antenas são POE (Power Over Ethernet), então ela pega direto dos 24V do controlador e joga no cabo de rede.

Essas redes funcionam através de ondas de rádios transmitidas por meio de um adaptador, o roteador, que recebe os sinais, decodifica e os emite a partir de uma antena, sendo a parte principal do Wi-Fi. Agora vocês imaginam a dificuldade que é para captar um sinal e manter a velocidade do mesmo, já é complicado na zona urbana, imagina na zona rural.

Levando em consideração que os locais na zona rural são equidistantes entre si, todo e qualquer tipo de trabalho que vier a ser feito, exigirá mais tempo e paciência. Pois, devido as condições dos locais, fatores como tempo de transporte, sofrem alterações. Imagina, trazer todos os equipamentos necessários, fora o tempo de montagem de uma instalação profissional? 

As baterias utilizadas apresentam tempo de duração de 6 dias com a carga máxima, sem precisar recarregar. Assim, caso alguns dias fique sem energia ou o painel apresente algum defeito, as pessoas terão seis dias para retomar o funcionamento normal.

Custo e Benefício

A faixa de preço da antena mais utilizada e que apresente um histórico de erros menor, está na faixa dos R$ 350 reais. As mais baratas, variam entre R$ 200 a R$ 250. Todas possuem a mesma finalidade, mas apresentam uma configuração ou outra diferente. A antena mais cara controla automaticamente a potência que ela está trabalhando de acordo com o sinal, isso faz com que a energia seja otimizada. Em um sistema como esse, menos é mais, então tudo que puder ser otimizado será ótimo, pois os sistemas normais usam fontes ou inversores para alimentar as antenas, e isso acaba gerando uma perda de energia no sistema.

Por esse e outros fatores que se utiliza duas baterias, pois elas geram os 24V necessários direto para a antena. Sem fonte e conversão de nada. O próprio controlador fornece toda a potência necessária e sem perda de energia. Tendo em vista que todo esse sistema, foi planejado para que não houvesse desperdício de energia, isso é uma conquista e tanto.

Esperamos que tenham gostado da pauta de hoje e até a próxima!

Tags: | | |

PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07