PARA RAIO e DPS são obrigatórios?

Olá pessoal sejam bem vindos ao Mundo da Elétrica! No vídeo de hoje eu vou falar sobre para-raio e dispositivo de proteção contra surtos Vamos lá pessoal! Bem pessoal antes de iniciar o nosso assunto Vou deixar um convite para você se inscrever em nosso canal, ativar o sininho do Youtube para receber as atualizações e se gostar do vídeo deixa um like

Você sabia que o Brasil é o país que possui a maior incidência de raios no mundo? Descargas atmosféricas oferecem grandes riscos, tanto para as pessoas quanto para os equipamentos elétricos e eletrônicos que estão nas instalações Haaa pessoal no final do vídeo eu vou deixar uma pergunta para continuarmos esse assunto e eu vou deixar também uma super dica sobre aterramento, que é uma dúvida de muita gente, então assiste o vídeo até o final para entender melhor tudo isso As descargas atmosféricas são descargas elétricas de origem atmosféricas, normalmente entre a nuvem e a terra Uma descarga atmosférica pode atingir valores de temperatura, tensão e corrente extremamente altos As descargas atmosféricas podem causar diversos danos, mesmo que essas descargas tenham chagado às instalações de forma direta ou indireta

Existem dispositivos que são capazes de proteger as instalações elétricas contra este fenômeno da natureza, que é o DPS e o SPDA A combinação de ambos os recursos de proteção gera dúvidas para alguns profissionais da área Pensando sobre este assunto, conversamos com a equipe técnica da SCHNEIDER e resolvemos esclarecer estas dúvidas que determinados profissionais possuem em relação ao uso do DPS em conjunto com o SPDA A primeira dica é sobre a obrigatoriedade de instalar o DPS mesmo quando já tem um SPDA instalado na edificação Vamos entender o que é SPDA e DPS, onde eles são instalados e quais as suas características e as suas respectivas funções! Depois disso fica fácil compreender à necessidade de instalar ambas as proteções contra sobretensão e descargas atmosféricas

SPDA é a sigla para sistema de proteção contra descargas atmosféricas, que muitos conhecem como para-raio O SPDA é usado na parte externa das edificações, visando prevenir incêndios e outros danos que podem ser causados devido ao impacto direto da descarga atmosférica sobre a edificação O SPDA proporciona um caminho de menor resistência possível para a alta corrente elétrica do raio fluir em direção a terra, sem danificar equipamentos ou estruturas, além de proteger as pessoas dentro da instalação Sendo assim, o objetivo do SPDA é dissipar para terra da forma mais segura possível a perigosa corrente elétrica de uma descarga atmosférica, minimizando ou anulando seus impactos DPS é a sigla para dispositivo de proteção contra surtos, onde a função principal é escoar a sobretensão causada pela descarga atmosférica e limitar esta sobretensão, para não danificar os equipamentos elétricos e eletrônicos contidos nas instalações

Pessoal uma coisa importante é que a sobretensão ela não ocorre nas instalações somente por causa das descargas atmosféricas elas também pode ocorrer por outros fenômenos elétricos como a grande partida de um motor Existem três classes de dispositivos de proteção contra surtos, que são as classes I, II e III Saiba que essas classes não podem ser comparadas umas com as outras, porque cada classe possui uma particularidade e uma aplicação especifica Um dos principais fatores que as diferenciam é a capacidade e a velocidade de escoamento da sobretensão, atuando na proteção contra descargas atmosféricas de forma direta quando o raio cai na própria instalação, ou indireta quando o raio caio na rede de distribuição por exemplo Agora que sabemos o que é SPDA, DPS, as suas características e aplicações, podemos concluir que o DPS e o SPDA podem proteger as instalações elétricas contra descargas atmosféricas, sendo necessário apenas um desses dois métodos de proteção para proteger a instalação elétrica contra descargas atmosféricas, correto? Na verdade não é bem assim! É errado afirmar isso, porque como já explicamos, o DPS e SPDA possuem finalidades distintas E o que as normas dizem sobre a combinação do DPS e SPDA? De acordo com a norma NBR 5410, quando o objetivo for a proteção contra sobretensões de origem atmosférica transmitidas pela linha externa de alimentação, como a proteção contra sobretensões de manobra, os DPS devem ser instalados junto ao ponto de entrada da linha na edificação ou no quadro de distribuição principal, localizado o mais próximo possível do ponto de entrada Porém, quando o objetivo for a proteção contra sobretensões provocadas por descargas atmosféricas diretas sobre a edificação ou em suas proximidades, os DPS devem ser instalados no ponto de entrada da linha na edificação

A norma NBR 5410 exige a instalação de dispositivos de proteção em uma instalação como por exemplo, DR e DPS nos quadros de distribuição, independente de qual seja a instalação Mas, a melhor maneira de sabermos qual é a classe de dispositivos de proteção correta a ser utilizada em edificações com sistema de SPDA é constultando a norma NBR 5419 que é a norma específica sobre descargas atmosféricas Talvez você não saiba, mas muitas edificações não necessitam de proteção contra descargas atmosféricas diretas na estrutura ou nas linhas de entrada das edificações, que é a função do DPS classe I, mas a norma exige no mínimo a instalação de DPS classe II nas edificações Portanto, quando existir SPDA na edificação deve ser instalado DPS classe I, para efeitos diretos e DPS classe II para efeitos indiretos Quando existem equipamentos muito sensíveis na instalação, é aconselhado instalar um DPS classe III naquela determinada tomada

Para que essa proteção ocorra de forma eficiente, o DPS deve estar conforme as normas e ser selecionado de acordo com as indicações da NBR 5410, que destaca o nível de proteção, máxima tensão de operação contínua, quanto o dispositivo suporta à corrente de curto-circuito, além da corrente nominal de descarga e correntes de impulso Além desses detalhes existem outros fatores e características do DPS que devem ser analisados antes de ser instalado Aqui no canal temos um vídeo completo explicando detalhadamente de forma extremamente simples como escolher o DPS correto para cada instalação, se você ainda não viu, basta clicar neste card que está aparecendo aqui em cima Estamos chegando ao final do vídeo, mas eu não esqueci daquela super dica de aterramento! Caso você não saiba, aterramento e SPDA tem muita coisa em comum e a SCHNEIDER vai disponibilizar uma aula ao vivo com um especialista da área de aterramento Aqui na descrição você encontra o link e todas as informações sobre a aula e vale muito a pena conferir

E agora chegamos à pergunta do fim do vídeo e este assunto certamente vai trazer um debate bem interessante! Você já instalou DPS? Qual seu nível de conhecimento sobre SPDA? Deixe a sua resposta aqui nos comentários para a gente continuar falando sobre este importante tema! Bem então é isso pessoal! Espero que tenham gostado deste vídeo! Se tiver ficado alguma dúvida se inscreva no canal e depois comente aqui em baixo! Visite também o nosso site MundoDaEletricacom

br e se inscreva em nossa lista VIP de emails! É isso aí pessoal a até o próximo vídeo!

Source: Youtube