COMO instalar DPS

Olá pessoal sejam bem vindos ao Mundo da Elétrica! No vídeo de hoje eu vou falar sobre as características dos DPS e como instalar Vamos lá pessoal! Bem pessoal antes de iniciar o nosso assunto Vou deixar um convite para você se inscrever em nosso canal, ativar o sininho do Youtube para receber as atualizações e se gostar do vídeo deixa um like

Aqui no canal já falamos diversas vezes sobre os dispositivos de proteção contra surtos, que são os DPS e como já sabemos, o surto elétrico pode queimar aparelhos elétricos e eletrônicos, por isso vamos ensinar neste vídeo em parceria com a SIEMENS como instalar o DPS O surto elétrico pode ocorrer devido aos raios que caem sobre a rede elétrica, partida de grandes motores elétricos, além de outras anomalias Por esses e outros motivos é que devemos usar sempre um DPS Como o DPS ainda é um dispositivo que nem todos os eletricistas estão familiarizados, eu vou explicar o seu funcionamento e as suas características, além de mostrar como fazer a instalação da maneira correta Antes de iniciar a instalação do DPS, devemos entender quais são as suas classes e aplicações Existem três classes de dispositivos de proteção contra surto, que são: classe I, classe II e classe III

Os DPS`s de Classe I são os dispositivos utilizados na proteção contra os efeitos das descargas diretas, então a sua instalação é realizada no ponto de entrada da instalação O DPS classe I é o mais robusto em relação à capacidade de descarga Nem sempre é necessário utilizar o DPS classe I, ele só é necessário em alguns casos quando o imóvel está claramente sujeito a descarga diretas, como prédios, imóveis isolados, sítios fazendas e etc Os DPS`s Classe II são os dispositivos adequados para a proteção contra os efeitos das descargas indiretas, então a sua instalação normalmente é feita no quadro de distribuição O DPS classe II é o mais utilizado em residências e pequenos imóveis comerciais, trabalhando como complemento ao modelos classe I, ou ainda na prevenção contra sobretensões de manobra

Os DPS`s Classe III são os dispositivos instalados para uma proteção complementar e eles são usados em níveis internos de proteção, sendo instalados próximos aos equipamentos para garantir uma proteção ainda maior Este DPS que eu vou utilizar é um classe II da SIEMENS e um dos diferencias deste dispositivo, é que ele suporta uma corrente nominal de 20kA e corrente máxima de 40kA, enquanto outros modelos de outras marcas têm valores bem menores Isso significa que a vida útil do DPS Siemens é bem maior, pois ele é capaz de suportar no mínimo 15 surtos no valor da sua corrente nominal É importante destacar que pelo fato da corrente nominal ser mais elevada, isso proporciona uma margem maior de segurança e uma vida útil muito mais longa Enquanto a corrente máxima representa o valor máximo de um impulso de corrente que o dispositivo pode funcionar com segurança

Existem duas maneiras de realizar a ligação do DPS, a ligação em série e a ligação em paralelo Na ligação em série, como mostra a imagem, o DPS está protegido por meio do dispositivo de proteção instalado no quadro de distribuição em série com o DPS Em caso de sobrecarga no DPS, o dispositivo de proteção dispara desligando toda a instalação Este dispositivo de proteção pode ser fusível ou minidisjuntor Porém na ligação em paralelo, como mostra a imagem, o DPS pode ser protegido por meio do dispositivo de proteção instalado no cabo de conexão do DPS, dessa maneira quando o dispositivo de proteção atuar, apenas o circuito protegido é desligado e o resto da instalação continua energizada

Como a instalação de DPS dentro do QDC é feita com DPS de classe II, iremos mostrar uma configurações de ligação para o DPS classe II, além disso é importante destacar que o modelo de ligação do DPS em série é o modelo de ligação mais comum em instalações residenciais, sendo que neste modelo de ligação também é usado o disjuntor geral da instalação como disjuntor de proteção para o DPS No caso de ligação em que o neutro é aterrado, não existe a necessidade de instalar um DPS para o neutro Neste painel temos quatro DPS instalados para um sistema trifásico e com aterramento TN-S A configuração mostra a posição dos DPS’s e do DR logo após o disjuntor geral Observe que temos uma ligação em série dos DPS’s, a alimentação do disjuntor entra por baixo e na saida do disjuntor temos um barraments pente tripolar alimentando os DPS’s Eu usei conectores genéricos para derivar os cabos para a entrada do DR.

Como o sistema de aterramento é o TN-S, temos também um DPS para o neutro Na saída dos DPS’s usamos um barramento pente monopolar para derivar todos os DPS’s e levar um cabo para o barramento de terra Em qualquer DPS a instalação sempre será fase ou neutro entrando em um polo e um cabo saindo para aterramento no outro polo, sempre com um disjuntor antes do dps, seja o geral ou o disjuntor de desconexão exclusivo para o DPS Bem então é isso pessoal! Espero que tenham gostado deste vídeo! Se tiver ficado alguma dúvida se inscreva no canal e depois comente aqui em baixo! Visite também o site MundoDaEletricacombr e se inscreva em nossa lista VIP de emails! É isso aí pessoal a até o próximo vídeo!

Source: Youtube