PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07

O que é uma ponte retificadora?

O que é uma ponte retificadora?

Afinal de contas, o que se trata de uma ponte retificadora de tensão? Como o próprio nome diz ela é responsável por fazer/ transformar uma tensão alternada em uma tensão contínua. Antes de explicar mais a fundo todo o funcionamento, é importante ter em mente alguns conceitos para que a compreensão sobre o tema seja completa. Bem, tensão é a mais popularmente conhecida como voltagem, quando dizem que a tomada de sua casa é 127V, é o mesmo que dizer que a tensão na tomada é de 127V. Já quando a tensão é alternada, o valor da tensão se alterna entre os polos positivo e negativo a todo o tempo.

Em uma tomada normalmente sua tensão muda do polo negativo e positivo pelo menos 60 vezes por segundo. O “X” da questão é que a grande maioria dos aparelhos necessitam de uma tensão contínua para que funcione e não de uma tensão alternada. Quando se diz que uma tensão é contínua é porque a tensão fica a todo tempo positiva, sempre com valores maiores que zero.

Funcionamento

Uma tensão alternada pode ser proveniente de uma tomada ou saída de um transformador, pode até vir de um motor de micro-ondas. Uma fonte de tensão alternada em um momento tem tensão positiva e em outro a tensão fica negativa, alternando assim entre semiciclos positivos e negativos.

Pode-se se comprar uma ponte retificadores pronta para o uso, mas pode-se montar uma também, utilizando quatro diodos. Diodos não mais são do que componentes eletrônicos que conduzem eletricidade somente em um único sentido. O grande truque da ponte retificadora é a forma da qual se alinha os diodos entre si, cada um possui uma posição estratégica. Entende-se que a corrente passa pelo diodo, a corrente elétrica vai do anodo para o catodo. E só haverá corrente elétrica se a tensão no anodo for maior que a do catodo.

Quando se liga a tensão alternada na ponte retificadora, pode-se notar que a tensão fica positiva do lado de cima, a corrente elétrica gerada chega no ponto p1 e precisa se decidir entre D1 e D2. O caminho permitido é através do D1, seguindo o sentido da corrente no diodo. Em p2 a corrente não pode fluir por D3, pois o sentido é proibido. Logo, a corrente elétrica fluirá pelo resistor até chegar a p3.

Agora em p3 tanto D2 quanto D4 estão no sentido correto para conduzir a corrente. A energia poderia voltar por D2, mas isto não acontece por que do outro lado do D2 também está positivo, logo a corrente flui através de D4. Ao chegar em p4, a corrente poderia voltar por D3, mas isto não acontece por que do outro lado de D3 está positivo também. Assim a corrente flui de volta para a fonte, fechando o ciclo.

Espero que tenham gosta do tema de hoje. Até a próxima!

Tags:

PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07