PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07

Como instalar TOMADA?

Como instalar TOMADA?

Hoje o tema será sobre tomadas, em específico como instalar tomadas de 127V em circuitos 220V. No Brasil existem dois tipos de níveis de tensão disponibilizados pelas concessionárias, nas instalações residenciais são utilizadas as duas tensões 127V e 220V.

Quando se lida com uma tensão de fase de 127V, a tensão de linha neste sistema é de 220V, devido a isso se vê por escrito 220/127V. Caso a tensão  de fase apresente um valor de 220V, a tensão de linha será de 380V, que ficaria por escrito 380/220V. Para que se tenha tomadas nas quais apresentem uma tensão de 127V e 220V na mesma instalação sem usar transformadores, se faz necessário ter disponibilizado pela concessionária a tensão fase e linha de 127/220V.

ARTIGO RELACIONADO: Porque 220v em alguns lugares e 127v em outros? 

Regras Importantes

Será necessária uma alimentação de entrada de três fios, duas fases e um neutro. É preciso que cada circuito de tomada que apresentar uma tensão diferente, seja protegido por disjuntores diferentes. Somente no caso da tensão de 127V, que é recomendável utilizar disjuntores monopolares protegendo assim a fase, e no caso de tomadas com tensão de 220V, são disjuntores bipolares.

Em tomadas com tensão de 220V composta por duas fases, quando protegidas por disjuntores monopolares o risco de acidente é enorme, tendo em vista que as fases podem ser desligadas separadamente, causando assim o desligamento de apenas uma fase e mantendo a outra fase energizada.

Puxar uma tomada de 127V de outra de 220V

Lá em casa tem uma tomada 220V e quero puxar dela uma tomada 127V, é possível? Como tenho que fazer?

É importante verificar se a instalação é bifásica a 3 fios, com duas fases e neutro. Caso não seja, a única forma de realizar tal feito é utilizando um transformador. Mas se for bifásica a 3 fios, será necessário fazer um novo circuito com fase e neutro vindo desde o quadro de distribuição até o ponto onde se pretende instalar a tomada.

Caso derive uma das fases da tomada de 220V existente para a nova tomada de 127V e puxar uma ligação de neutro até o quadro de distribuição, funcionará, mas este jeito não será o correto e nem permitido pela norma. Pois, uma das fases do circuito se tornará desequilibrada em relação a outra, podendo causar o desarmamento do disjuntor por sobrecarga ou os cabos que apresentarem uma corrente maior poderão começar a apresentar um aquecimento incomum.

Espero que tenham gostado das dicas de hoje. Até a próxima!

NR10 – Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade

Você TRABALHA no dia-a-dia com Eletricidade?
Você está exposto diariamente com o RISCO DA ELETRICIDADE no Trabalho?
Você é Líder de Equipe, Eletricista, Técnico, Engenheiro, Técnico/Engenheiro de Segurança do Trabalho ou Estudante da Área de Elétrica e quer DOMINAR a NR10? Então, clique aqui.

Tags:

PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07