PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07

Tomada VARIANDO TENSÃO, o que é? ?

Tomada VARIANDO TENSÃO, o que é? ?

É quase que impossível manter o valor de uma tensão elétrica estável a todo tempo, em toda extensão de uma corrente elétrica. Existem dois motivos que explicam do porque isso ocorre. O primeiro acontece porque no decorrer das redes elétricas, os próprios cabos elétricos sofrem uma resistência em diversos pontos o que acaba alterado o valor da tensão elétrica.

Causas da Variação

Ao analisar as redes elétricas nas casas, as que estiverem mais próximas do transformador desta rede apresentarão uma tensão maior do que as casas mais afastadas. Em zonas do interior onde as redes elétricas são mais distantes das casas, é notada a diferença muito facilmente. Devido a essa diferença de distância nas zonas urbanas possuem vários transformadores, para que haja uma distribuição de tensão mais uniforme.

Outro motivo que ocasionaria a variação acontece devido aos momentos de pico, onde muitas instalações ligam aparelhos ao mesmo tempo, acaba ocorrendo uma queda de tensão devido a uma solicitação maior de potência da rede. É parecido com o sistema do chuveiro, quando se liga e a lâmpada perde um pouco o brilho, mas acontece em uma amplitude maior.

Logo, é comum que nos momentos de pico sejam ligados mais geradores na fase de geração elétrica, para que seja compensada qualquer perda que possa ocorrer. É importante sempre analisar a tensão que chega ao medidor e o quanto está tendo queda de tensão dentro da instalação. Assim, será possível constatar se há de fato é um problema da concessionária ou na instalação da casa.

Rede Elétrica em Casa

É importante lembrar que todos os eletrodomésticos aceitam uma variação de tensão, pois eles são fabricados em geral para tolerar uma variação de até 10% sem que haja danos no mesmo.

Existem alguns modelos de lâmpada LED que operam entre 90V e 240V sem nenhuma dificuldade, pois seu circuito eletrônico interno é fabricado justamente para suportar essas variações. Existe também uma grande quantidade de equipamentos bivolt, ou seja, que fazem internamente a regulação do valor da tensão para atingir os níveis necessários. A queda de tensão não chega a ser um problema para causa a queima dos aparelhos, o vilão mesmo é quando há sobretensão, um valor no qual a tensão é maior do que o esperado pelo sistema do equipamento.

Um fator que gera muito a queima de aparelhos eletrodomésticos é a interrupção de energia, seja causada por uma falha na rede ou por um desligamento da rede pela concessionária, com a finalidade de realizar alguma manutenção. Quando ocorre o restabelecimento da energia pode ocorrer picos de surto elétricos, provocando assim a falha ou a queima dos aparelhos.

Devido a esses fatos é de suma importância que seja desligado os disjuntores ou até mesmo desligar os aparelhos da tomada, para que seja evitada a queima do mesmo em caso de queda de energia. Espero que tenham gostado das dicas de hoje. Até a próxima!

Tags:

PARTICIPE DA SEMANA DO ELETRICISTA PROGRAMADOR

Nessa semana você vai aprender em 3 passos como Programar CLP! De 13 a 17/07